Baratas

Os fósseis mais antigos de baratas (blatídeos) datam de 320 milhões de anos. Estes insetos sobreviveram a todas as alterações geoclimáticas e ambientais que ocorreram ao longo destas centenas de milhões de anos e sofreram muito poucas alterações morfológicas, o que indica que são seres muito bem adaptados.

Dentre as 4000 espécies existentes de baratas, aproximadamente 30 são consideradas potencialmente sinantrópicas, ou seja, vivem próximas às edificações humanas.

E, dentre estas espécies citadas, 4 são consideradas vetores mecânicos de doenças, já que carregam em seu corpo patógenos prejudiciais a nossa saúde.

Entre as doenças que estas espécies de baratas transmitem, estão:

– salmonelas
– ancilóstomo
– vírus da poliomielite, etc.

As baratas são insetos que têm hábitos noturnos, pois elas possuem uma grande quantidade de células tipo bastonetes nos olhos que lhes dá uma boa visão noturna.

Outra curiosidade destes insetos é que eles possuem pêlos localizados no abdômem que são muito sensíveis aos deslocamentos de ar. Estes pêlos lhes indicam a aproximação de qualquer ser vivo.

As baratas normalmente produzem de 15 a 30 ovos de cada vez. Estes são depositados em estrutura protetora semelhante a um estojo, que é chamada de ooteca.

As baratas da espécie blatella germânica (baratas pequenas de cozinha) carregam essas ootecas em seus corpos até estarem próximas da eclosão, quando as deixam próximo a uma fonte de alimento.

Já as baratas da espécie periplaneta americana (barata grande frequentemente encontrada na rede de esgoto) não costumam carregar a ooteca, mas também seus ovos geralmente próximos à fonte de alimento.

Curiosidade sobre as baratas:

Apesar de existirem algumas espécies de baratas que vivem até nas regiões polares, as nossas baratas tropicais preferem umidade e temperaturas mais elevadas.

Nos períodos mais frios, elas chegam quase a desaparecer. E, durante o verão, as baratas têm os seus metabolismos acelerados e se reproduzem com uma velocidade muito maior. E é comum vê-las voando.

Dedetização de Baratas

Com a desinsetização de dedetização de baratas é possível fazer um excelente controle.

A EcoFocus é uma empresa especializada em dedetização de baratas em empresas, indústrias, condomínios, hospitais, bares e restaurantes, etc.

Entre em contato aqui.

 

Estes insetos têm hábitos noturnos, possuem uma grande quantidade de células tipo bastonetes nos olhos o que lhes dá uma boa visão noturna; possuem também pelos localizados no abdomem que são muito sensíveis aos deslocamentos de ar e lhes indicam a aproximação de qualquer ser vivo.

As baratas normalmente produzem de 15 a 30 ovos de cada vez, que são depositados em estrutura protetora semelhante a um estojo, que é chamada de ooteca.

As baratas da espécie Blatella Germânica (baratas pequenas de cozinha) carregam essas ooteca em seus corpos até estar próximo da eclosão, quando as deixam próximo a uma fonte de alimento; já a Periplaneta Americana (barata grande frequentemente encontrada na rede de esgoto) não costuma carregar a ooteca, mas também a deixa geralmente próxima à fonte de alimento.

Apesar de existirem algumas espécies de baratas que vivem até nas regiões polares, as nossas baratas tropicais preferem umidade e temperaturas mais elevadas; nos períodos mais frios chegam quase a desaparecer e durante o verão tem seu metabolismo acelerado, reproduzem-se com velocidade muito maior e é comum vê-las voando.